Fórmula 1

  • Crédito: Getty Images Sports

    Expectativa é que GP da China ocorra na reta final de 2020.

Em meio à epidemia do Coronavírus, FIA adia GP da China

Prova em solo chinês seria realizada em abril; entidade ainda vai anunciar nova data
Por: Redação - 12/02/2020 08:36:05
847 visualizações

O GP da China de Fórmula 1, quarta das 22 etapas da temporada 2020 e que seria realizado no dia 19 de abril, foi adiado. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira pela FIA. O motivo é a epidemia do Coronavírus, que tem o país asiático como epicentro - mais de 40 mil casos da doença já foram confirmados pelas autoridades chinesas, com 1.122 mortes.

"O GP da China em 2020 foi adiado devido ao novo surto de coronavírus. Tendo em vista a contínua disseminação do coronavírus e após discussões com a Federação Chinesa de Automóveis e Motocicletas (CAMF), a Administração de Esportes de Xangai e a Juss Sports Group, promotora do Grand Prix, solicitou oficialmente o adiamento da prova. A FIA, junto com a F1, decidiu aceitar o pedido”, confirmou a FIA, através de um comunicado oficial.

Além de preservar pilotos, mecânicos e demais membros das equipes, além dos fãs que acompanham a categoria, o adiamento foi motivado ainda pelo desafio logístico em torno da prova - equipamentos e combustível seriam transportados para a China de navio, já nesta semana. A expectativa, no entanto, é que a prova que seria realizada em Xangai seja remanejada para a reta final da temporada, no segundo semestre. Com isso, haveria mais tempo para a epidemia ser controlada.

Embora seja o principal evento automobilístico que seria realizado na China em 2020, a etapa de Xangai da F1 não foi a única a ser adiada por conta do Coronavírus. No último domingo a FIA também anunciou o adiamento do ePrix de Sanya, válido pela temporada 2020 da Fórmula E e que seria disputado no fim de março.

 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade