Fórmula 1

  • Crédito: Getty Images

    Circuito permanecerá no calendário mesmo após sanções.

GP da Rússia não será afetado pelas sanções da Wada, dizem promotores

Segundo eles, contrato para a prova em Sochi foi assinado antes da investigação começar
Por: Bruno - 12/12/2019 06:05:46

A exclusão de quatro anos dos Jogos Olímpicos imposta à Rússia pela Agência Mundial Antidopagem (Wada) não vai afetar o grande prêmio de Fórmula 1 que acontece no país. É o que dizem os promotores da corrida disputada em Sochi.  

A Rússia foi punida por adulterar testes de doping. Entre outras medidas que foram aprovadas pela Wada, está a proibição do país organizar grandes eventos esportivos por um período de quatro anos. Mas segundo os organizadores, o contrato com a F1 foi assinado antes da investigação ter início. 

“O contrato para a realização da etapa russa do Campeonato Mundial de Fórmula 1 foi assinado em 2010, muito antes dos eventos investigados pela Wada, e dura até 2025” informaram os promotores da corrida em comunicado oficial.

Reconhecidas pelo Comitê Olímpico Internacional, a FIA e a Fórmula 1 são classificadas pela Wada como adeptas ao código. No entanto, os promotores insistem que a proibição não afetará o GP russo, que acontece desde 2014 em um circuito que fica dentro das instalações usadas nas Olimpíadas de Inverno de Sochi.

Os organizadores afirmam que estão “confiantes de que o GP da Rússia de Fórmula 1 será realizado em 2020 e nos anos seguintes e convidamos todos a Sochi – as vendas de ingressos estão em pleno andamento”, como acrescentou o comunicado.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade