Fórmula 1

  • Crédito: Getty Images

    Abiteboul, à direita, gerou polêmica com afirmação.

Renault diz que tem, junto com Ferrari, motor mais potente da F1 

Avaliação, feita pelo chefe da equipe francesa Cyril Abiteboul, foi contestada pela Mercedes
Por: Bruno - 07/12/2019 15:02:27

A Renault conta com o melhor motor da Fórmula 1. Pelo menos é o que acha o chefe de equipe do time francês, Cyril Abiteboul. Para ele, a unidade de potência usada pela Renault é tão boa quanto a da Ferrari. Os propulsores utilizados pelos italianos ficaram marcados pela velocidade de reta em 2019. 

“De acordo com nossas medições, nós e a Ferrari temos o motor mais potente nas corridas. Depois vem Honda seguida da Mercedes", disse Abiteboul, em entrevista ao site alemão ‘Auto Motor und Sport’.

No entanto, o chefe de motores da Mercedes, Andy Cowell, contesta a fala do francês. De acordo com ele, somente a Ferrari se destaca em relação ao nível de potência. Para Cowell, as três outras montadoras em situações parecidas. 

“As diferenças entre Honda, Renault e nós são mínimas. Apenas a Ferrari se destaca. Potência de motor é difícil de se destacar. Na corrida, um carro rival pode se beneficiar de vácuo, DRS, estar atacando a todo o tempo ou economia de pneus”, declarou Cowell, que chefia os motores da atual hexacampeã mundial e que teve 15 vitórias em 2019. 

A Ferrari (motor próprio) e Red Bull (motor Honda) obtiveram três vitórias cada uma. A Renault foi a única entre os quatro fornecedores de motores a não vencer em 2019. O time ficou na quinta posição no Mundial de Construtores. O quarto lugar de Daniel Ricciardo na Itália foi o melhor resultado obtido no ano. A McLaren, outra equipe que usa motores Renault, teve um pódio com Carlos Sainz Jr no Brasil. 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade