Fórmula 1

  • Crédito: REMKO DE WAAL/AFP/Getty Images

    Acordo para o GP da Holanda voltar ao calendário da F1 foi assinado nesta terça-feira, em Zandvoort.

F1 de volta a Holanda em 2020

País europeu não recebia categoria desde 1985; GP da Holanda será em Zandvoort
Por: Redação - 14/05/2019 09:10:24

Trinta e cinco anos depois, a Holanda volta ao mapa da principal categoria do automobilismo mundial. A Fórmula 1 confirmou na manhã desta terça-feira (14) o GP holandês pelos próximos três anos, a partir de 2020. O palco da prova será o circuito de Zandvoort.

"Estamos felizes de anunciar que a F1 está voltando para a Holanda, com uma corrida no circuito de Zandvoort. Quando assumimos o comando da F1, dissemos que queríamos corridas em novos locais, mas sempre respeitando as raízes históricas na Europa. Por isso, na próxima temporada teremos uma nova corrida de rua em Hanói, no Vietnã, e o retorno para Zandvoort após um hiato de 35 anos. Recentemente vimos a retorno do interesse pela F1 na Holanda por causa de Max Verstappen. Já vimos o mar laranja em diversas corridas e não tenho dúvidas de que essa será a cor dominante nas arquibancadas de Zandvoort ano que vem”, disse o CEO da F1, Chase Carey, sem confirmar, no entanto, se alguma prova deixará o calendário do ano que vem.

O circuito de Zandvoort, que fica nas proximidades de Amsterdam, já foi palco de 30 GP's de Fórmula 1. A primeira corrida por lá aconteceu em 1952 e foi vencida pelo italiano Alberto Ascari. Além dele, outros 19 pilotos triunfaram no circuito praiano, dos quais 12 foram campeões mundiais. Em 1985, último ano da F1 na Holanda, Niki Lauda ficou com a vitória, seguido por Alain Prost. O brasileiro Ayrton Senna completou o pódio.

"Estou satisfeito em ver que Zandvoort fará parte do calendário proposto para o Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA 2020, e grato pelo esforço da Fórmula 1 para trazer o esporte de volta à Holanda. (Zandvoort) É um circuito com muita história de competição e será um grande desafio para os pilotos”, afirmou Jean Todt, presidente da FIA.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade