Fórmula 1

  • Crédito: Getty Images Sport

    Leclerc nos boxes durante o GP da China.

Leclerc: "Não me sinto sacrificado, somos uma equipe"

O jovem piloto da Ferrari ameniza seu discurso e entra em alinhamento com a chefia
Por: Redação e agências - 15/04/2019 19:27:46

Em um primeiro momento, Charles Leclerc disse ter tido uma sensação "frustrante, visto do meu carro. Eu quero saber a sequência completa". Assim falou ao sair do seu carro. Depois de falar com os gestores e o diretor, Mattia Binotto, o jovem piloto da Ferrari amenizou suas palavras e assumiu ter sido orientado a dar o seu terceiro lugar para Vettel, na volta 11 da corrida.

"Sacrificado, eu? Não, eu gostaria de deixar claro que, somos uma equipe, hoje tentamos fazer o melhor trabalho possível para todos, não para mim sozinho, e é isso que tentamos", declarou ele uma hora depois, em coletiva de imprensa.

Sobre as ordens do muro, ele fala que "é sempre uma situação muito difícil de lidar. Naquele momento eu me senti frustrado no carro, mesmo quando Sebastian me ultrapassou, quando vi que eles se afastavam e quando eu danifiquei meus pneus, mas há uma explicação por trás disso tudo e eu a compreendo", afirmou ele, assumindo o papael de um homem que deixou plenamente satisfeito o seus chefes.

Assim, Mattia Binotto, o CEO da Scuderia, agradeceu. "Estou muito contente dele falar assim, porque mostra maturidade. É claro que sua carreira foi um pouco afetada e se Charles está com raiva ou chateado, têm o direito de ser, mas tentamos dar espaço para Seb para ver se poderia se manter no ritmo das Mercedes. Nesse momento da corrida tínhamos que tentar alguma coisa", justificou.

 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade