Superliga Masculina

  • Crédito: CBV

    Destaque na 1ª partida, com 13 pontos, Lucarelli é grande arma do Funvic/Taubaté.
  • Crédito: CBV

    Técnico Cezar Douglas projeta dificuldades nesta 6ª contra Brasil Kirin.
  • Crédito: CBV

    Funvic/Taubaté abriu os cofres por sonho de alcançar final inédita da Superliga.

Funvic/Taubaté a uma vitória de final inédita

Caso vença Brasil Kirin nesta sexta, equipe do interior paulista decide Superliga masculina
Por: Redação - 31/03/2016 12:29:57

Nesta sexta-feira o Funvic/Taubaté terá a chance de confirmar o planejamento traçado para a temporada 2015/16. Caso vença novamente o Brasil Kirin na série semifinal, fora de casa, a equipe do interior paulista garante vaga na final da Superliga masculina. Para alcançar sua primeira decisão – na temporada passada o time parou justamente na fase semifinal-, a equipe recebeu investimento pesado para contratar atletas de seleção brasileira, como o ponteiro Lucarelli, e dar suporte ao trabalho conduzido pelo técnico Cezar Douglas.

Na última edição da Superliga masculina, o Funvic/Taubaté avançou à fase eliminatória com o segundo melhor aproveitamento da competição, atrás apenas do líder Sada Cruzeiro. Entretanto, depois de superar a APAV/Canoas nas quartas-de-final, o sonho de disputar o título foi frustrado pela equipe do Sesi-SP, que venceu a série semifinal em dois jogos diretos.

Além de Lucarelli, compõem o grupo do Taubaté na temporada 2015/16 o também ponteiro Lipe, o levantador Rapha e ainda o central Otávio e o líbero Felipe, todos com boas atuações pela seleção masculina e com chances de defender o país nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Ao longo da semana, a equipe estudou situações de jogo enfrentadas no primeiro confronto decisivo entre as equipes, semana passada e com vitória do Funvic/Taubaté por 3 sets a 1 (25/19, 25/17, 20/25 e 25/20). Como a partida desta sexta-feira acontece em Campinas-SP, Cezar Douglas projeta uma partida ainda mais disputada, com os donos da casa buscando o resultado para forçar o jogo 3. “O foco é entrar para o jogo sabendo que vamos encontrar mais dificuldade do que no primeiro. Por isso, precisamos não só repetir o desempenho do jogo passado, mas ser melhor em todos os aspectos para conseguirmos mais uma vitória”, analisou o comandante.

Em caso de vitória do Brasil Kirin, a série entre as equipes paulistas será definida na próxima terça-feira às 19h, em Taubaté. Do outro lado da chave, Sesi-SP e Sada Cruzeiro, atual campeão e que largou em vantagem na semifinal, duelam também nesta sexta-feira por vaga na decisão.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade