MotoGP

  • Crédito: MotoGP

    Rossi acelerando a sua Yamaha em Jerez.

Rossi: "Márquez e Honda é a combinação perfeita"

Italiano diz que Márquez e Honda parecem ser a combinação perfeita: o melhor piloto na melhor moto
Por: Redação e agências - 06/05/2019 09:51:26

Fim de semana complicado para Valentino Rossi, que salvou a sua corrida no último momento. O italiano deu um salto e subiu várias posições no Grande Prêmio da Espanha depois de qualificar-se numa má posição - 13º - que o obrigou a correr com agressividade, mas com muita cautela, para chegar à sexta posição, quase chegando nas posições de pódio.

Em comunicado, Rossi admitiu que "não sabia o que esperar deste final de semana, infelizmente nunca consegui ser rápido o suficiente. Eu esperava, com todo o meu coração, ser tão competitivo quanto em Austin, mas volta após volta eu percebi que eu teria que jogar na defesa".

"Tive uma corrida melhor do que no ano passado, onde terminei em quinto, mas apenas porque muitos pilotos haviam caído. Hoje mantive um bom ritmo, mesmo nas últimas voltas, a diferença em relação ao pódio diminuiu e reduzi o tempo de corrida em mais 20 segundos", comentou o italiano.

As altas temperaturas de Jerez fizeram com que ele decidisse, no último momento, colocar pneus duros. No entanto, ele admite que está "muito curioso para voltar a competir com os pneus médios, talvez eu pudesse ter sido um pouco mais rápido". Por outro lado, ele admitiu que o erro cometido no sábado, durante a FP3, o prejudicou, já que ele perdeu "o acesso direto ao Q2. Se eu tivesse começado em uma posição melhor, provavelmente poderia ter ficado mais junto de Maverick e da Ducati".

Esse resultado não faz com que o italiano perca a esperança e admite que eles são "mais fortes que em 2018, o campeonato ainda é longo e a luta é difícil, mas estamos indo na direção certa. Mas hoje não posso estar completamente feliz porque queria lutar pelo pódio e não consegui", continuou Rossi.

"O verdadeiro problema na classificação se chama Márquez. Se ele não tivesse caído em Austin, sua vantagem seria maior e Dovizioso e Rins também são muito fortes. Acho que podemos lutar para subir ao pódio e vencer corridas. Eu tenho que ficar perto do melhor no geral. Certamente Márquez e Honda parecem ser a combinação perfeita: o melhor piloto na melhor moto. Nós devemos fazer o máximo que pudermos", finalizou.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade